Renato vê domínio do Grêmio, valoriza aproximação ao G-4 e explica troca no primeiro tempo

Publicado em 31/10/2019 às 09:18h

Renato Gaúcho — Foto: Rudy Trindade | Grêmio FBPA

O começo da noite não parecia ir para este caminho, mas a quarta-feira acabou da melhor maneira possível para o Grêmio. Depois de sair atrás no placar diante do Vasco, o Tricolor conseguiu a virada no segundo tempo e ganhou por 3 a 1 em São Januário. Os resultados da rodada também ajudaram a aproximação ao G-4 antes do Gre-Nal do próximo domingo.

O técnico Renato Gaúcho aprovou a atuação gremista, viu um domínio na maior parte do jogo e também destacou o objetivo de estar na Libertadores em 2020 mais perto a partir do resultado. Os gaúchos se beneficiaram das derrotas do Corinthians, para o CSA, e do São Paulo, para o Palmeiras, e terminaram o dia na quinta colocação.

— Acima de tudo, foi uma boa apresentação, a gente precisava dos pontos para encostar no G-4. Foi importante o domínio que o Grêmio teve, tirando os primeiros 15 minutos do jogo. Depois da eliminação com o Flamengo, a equipe reagiu rápido, vencemos o Botafogo e o Vasco, são seis pontos importantíssimos para a gente — analisou Renato.

Um dos pontos fundamentais da vitória foi uma mudança feita por Renato Gaúcho ainda no primeiro tempo. O técnico sacou o volante Michel e colocou o atacante Pepê com 30 minutos decorridos. O comandante explicou que, quando o camisa 5 levou cartão amarelo, achou que o lance era para expulsão. Decidiu tirá-lo de campo para evitar uma eventual compensação do árbitro Wilton Pereira Sampaio.

O Grêmio volta do Rio de Janeiro no início da tarde desta quinta-feira e vai direto para o CT Luiz Carvalho. No domingo, recebe o rival Inter na Arena, às 18h, para o clássico gaúcho.

Renato Gaúcho comanda o time em São Januário — Foto: Rudy Trindade | Grêmio FBPA

Fonte: GE


PUBLICIDADE