A ajuda de João Pedro: Fluminense antecipa bônus do Watford para pagar salários atrasados

Publicado em 09/07/2019 às 12:11h

João Pedro — Foto: André Durão

Destaque do time ao marcar nove gols em 16 jogos, João Pedro recentemente ajudou o Fluminense fora de campo. O Tricolor, graças ao desempenho dele, conseguiu antecipar uma parcela do bônus previsto na venda realizada ao Watford, da Inglaterra. E, com o 1 milhão de euros (R$ 4,2 milhões), a direção conseguiu pagar um mês de salário atrasado de jogadores.

Foi na última sexta-feira que a gestão de Mário Bittencourt cumpriu o prazo dado ao elenco para quitar parte da dívida: o valor referente ao mês de abril acordado na CLT e nos direitos de imagem - há pendência ainda deste e do ano passado. A folha gira na casa dos R$ 4 milhões.

 
 
João Pedro tem nove gols na temporada pelo Fluminense — Foto: André Durão

A antecipação ocorreu graças à boa relação entre os clubes, iniciada na venda de Richarlison em 2017, primeiro ano do mandato de Pedro Abad. Em dezembro da temporada seguinte, o Tricolor negociou João Pedro, então destaque do sub-17, por uma quantia que pode chegar a 10 milhões de euros (R$ 42,6 milhões, na cotação atual).

O bônus antecipado é um dos quatro que depende de desempenho do atacante no Flu. Funciona assim: a cada 45 minutos do jovem em campo, o Tricolor tem direito a 100 mil euros. Esse dinheiro fica disponível ao clube carioca se o atleta completar um número de 10 partidas, ou seja, totaliza 1 milhão de euros.

Com oito partidas nestas condições e com a titularidade de João Pedro, o Flu argumentou ao time inglês que a meta estava perto de ser batida. Contou com a sensibilidade, afinal, o pagamento estava previsto para janeiro de 2020, data combinada para a apresentação do atelta ao novo clube. Há possibilidade de haver um acordo para adiar a ida a junho do mesmo ano.

A venda de João Pedro

  • Primeira parcela no ato da venda: 2,5 milhões de euros.
  • Quatro bônus de 1 milhão de euros pelo desempenho no Flu.
  • Um bônus de 1,5 milhão de euros ao obter a licença para jogar na Premier League.
  • Dois bônus de 1 milhão de euros pelo desempenho no Watford.

Fonte: GE


PUBLICIDADE