Rui vai exonerar diretores de escolas sem dedicação exclusiva

Publicado em 12/01/2019 às 10:46h

O governador Rui Costa (PT) / Foto: Camila Souza/GOVBA

O governador Rui Costa (PT) reafirmou nesta sexta-feira (11) que a implantação da Lei n° 14.032/18, que determina que os servidores que ocuparem a gestão de escolas estaduais devem ter dedicação exclusiva, ou seja, não podem ter outro vínculo empregatício além daquele registrado com o governo do Estado, vai valorizar os diretores e vice-diretores das unidades de ensino estaduais.

“Aumentamos gratificações para poder fortalecer o envolvimento dos diretores e vices, ao mesmo tempo que eu aumentei a gratificação, eu estou exigindo um maior envolvimento”, disse Rui. Com a medida, ao menos 275 servidores terão que deixar os cargos de gestores escolares por não terem dedicação exclusiva. Ainda segundo o governador, para aumentar a qualidade da educação, os gestores devem estar presentes nas unidades de ensino em tempo integral.

“Aqueles que quiserem ter outras atividades podem exercer, mas não ocupando o cargo de diretor”, completou o governador. Fonte: Política Livre


PUBLICIDADE