Cássio admite cera e diz que Corinthians tem de confirmar favoritismo em Itaquera

Publicado em 13/09/2018 às 11:31h

Cássio

Capitão do Corinthians na primeira semifinal da Copa do Brasil, contra o Flamengo, o goleiro Cássio usou de sua experiência não só para orientar o time, mas também para gastar o tempo e enervar o adversário.

Em diversos momentos ele demorou para repor a bola e "esfriou" a partida no Maracanã recebendo atendimentos médicos.

Após o jogo, o camisa 12 reconheceu ter feito um pouco de catimba, mas ponderou:

– É normal. Se for ver, no futebol todo time faz. Não cera. É difícil, tambem estávamos numa situação de defender, é difícil para a transição. Eu fiz (cera), mas também não fiz nada de alarmante, como aconteceu no jogo do Colo-Colo, em que o goleiro deles ficou bastante tempo, mais do que o normal. Eu parei em alguns momentos do jogo, situações em que tomei choque, mas nada de anormal, nada que os outros goleiros não façam – comentou Cássio.

 
 
Cássio foi o capitão do Corinthians diante do Flamengo, na semifinal da Copa do Brasil — Foto: André Melo Andrade/Eleven/Estadão Conteúdo

O goleiro se disse satisfeito com o desempenho da equipe e afirmou que o Corinthians precisa "confirmar o favoritismo" no duelo da volta, dia 26, em Itaquera.

– Foi bom. A gente veio com uma proposta de jogo e foi bem executada. A gente vinha em busca da vitória, mas não perder foi bom. Sabemos da força da torcida do Flamengo, a qualidade do time deles e conseguimos um resultado bom. Acho que não decide nada, mas em casa temos que confirmar nosso... acho que favoritismo. Porque jogando em casa o Corinthians tem uma grande força da sua torcida, é sempre mais forte. Saímos com um resultado bom. Nós vínhamos de derrotas e esse resultado nos dá confiança. Vamos virar a chave, tem dois jogos do Brasileiro para retomarmos as vitórias – opinou o goleiro, já projetando os duelos contra Sport e Internacional.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo, contra o Sport, às 19h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. Fonte: GE


PUBLICIDADE