Para Fabíola, candidatura de Lídice avulsa é “totalmente improvável"

Publicado em 12/02/2018 às 08:44h

Fabíola Mansur

A deputada Fabíola Mansur (PSB) comentou durante entrevista ao BNews no domingo (11) de Carnaval sobre a possiblidade da correligionária Lídice da Mata lançar uma candidatura própria ao Senado, caso não esteja na chapa majoritária do governo. Para a socialista, é improvável uma candidatura avulso.

“Possível sim, improvável é o meu ponto de vista. Depender do meu voto seria contrario a isso, acho que temos que estar disputando em um projeto que a gente ajudou a construir, a senadora está ai há oito anos no Senado defendendo a Bahia e alinhada com esse projeto que hoje é vitorioso. Esse cenário [de candidatura avulso] é totalmente improvável, não é a vontade da maioria dos integrantes do partido”, afirmou. 

Sobre a bancada federal e estadual para as eleições deste ano, a parlamentar prevê um aumento.  “Temos hoje vindo para o partido, candidatos com grande densidade eleitoral. Na verdade para federal a gente espera dobrar a meta, tem Marcelo Nilo, correndo por fora Silvio Humberto que pode surpreender em Salvador, Wilson de Andaraí na Chapada que foi um grande prefeito, acredito que a gente pode fazer uma federal de dois, e na estadual, no chapão fazer quatro ou cinco”.

Ainda conforme Mansur, a ideia de chapão não está definida, será discutida após o fechamento da janela partidária. “Inicialmente pensamos em fazer um blocão com o Podemos, PCdoB, mas o pessoal está um pouco com medo. Essa estratégia se vai ser chapão ou não, depende da janela [partidária]. Vamos discutir numericamente o chapão, sempre no intuito de preservar quem tem mandato e quem é organizo no partido”, disse, colocando m prazo de até início de abril para ser decidido. Fonte: Bocão News
 


PUBLICIDADE