Ex policial militar que trabalhou em Jacobina e namorada são executados com vários tiros em Feira de Santana

Publicado em 09/02/2018 às 19:07h

Um homem e uma mulher foram assassinados na manhã desta quinta-feira (8) na Praça do bairro Santo Antônio dos Prazeres, em Feira de Santana. Eles estavam dentro de um veículo IX 35, placa NYX-6998, licença de Catu.

As vítimas foram identificadas como Lucas Correia Pinheiro, 32 anos, que é ex-policial militar e filho de um policial civil da cidade da Catu, e Lorena Rios Araujo, 28 anos. 
 
Duas viaturas da Polícia Militar foram acionadas e fizeram o isolamento do local do crime. De acordo com o Tenente Novaes da 66ª CIPM, o casal foi executado com vários tiros, possivelmente de calibres diferentes.
 
 
Lucas trabalhou como policial Militar na 24ª CIPM, e atuou em cidades da região de Jacobina. Ele  foi preso por policiais de especializadas no ano de 2012 na sede do DPT de Jacobina depois de ser acusado de participar de um assalto a uma fazenda da região de Miguel Calmon. Na ocasião ele foi baleado pelo dono da propriedade que reagiu com uma espingarda bate-bucha. Para justificar o ferimento, à época Lucas simulou ter sido vítima de uma emboscada que teria acontecido próximo ao bairro Inocoop. Em sua versão ele disse ter sido abordado por dois elementos que estavam em uma moto e atiraram contra ele, fugindo em seguida, mas o trabalho pericial revelou em seguida que a arma que teria sido usada para alvejar o carro do policial era uma pistora, e o ferimento de Lucas teria sido provocado por um tiro de espingarda. Lucas então foi preso e encaminhado para o Batalhão de custódia em Lauro de Freitas e no decorrer do processo  foi expulso da Corporação. 
 
Segundo testemunhas, no crime desta quinta, homens encapuzados, utilizando armas de grosso calibre para matar o casal. Não há informações sobre os dados do veículo utilizado pelos criminosos”, informou o site Acorda Cidade. Fonte: Emerson Rocha / Bahia Acontece


PUBLICIDADE