Existe uma banda podre e uma banda boa, diz Gleisi Hoffmann sobre o PMDB

Publicado em 07/12/2017 às 07:08h

Gleisi Hoffmann

Presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, negou durante entrevista ao Se Liga Bocão, da rádio Itapoan Fm, que o partido esteja pensando em colocar o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), como plano B para presidência da república no caso do ex-presidente Lula ficar impossibilitado de concorrer. 

“São nomes que respeitamos e que tem a nossa solidariedade, mas Lula é o candidato e cabe a nós do PT defender e manter sua candidatura”, pontuou.

A presidente da legenda explicou ainda o porquê não descarta uma aliança com o PMDB durante a campanha eleitoral de 2018.

“O PMDB é o partido que foi responsável por dar o golpe, mas tivemos pessoas que não participaram desse golpe, o senador Roberto Requião, a senadora Katia Abreu que foi expulsa após votar contra o impeachment, então obviamente que com essas lideranças não há de nossa parte nenhuma objeção de fazer uma aliança. Existe uma banda podre e uma banda boa. A banda podre é a que apoiou o golpe, traiu Dilma e apoia a reforma da Previdência, a trabalhista, a terceirização, reforma do ensino médio”, explicou. Fonte: Bocão News


PUBLICIDADE