Planalto chama de 'fofoca' suposto problema de Saúde de Temer

Publicado em 11/10/2017 às 11:34h

Presidente  Michel Temer

A suposta doença que cometeria o presidente Michel Temer seria "apenas fofoca", segundo informou há pouco fonte do Palácio do Planalto ao Diário do Poder. A informação, que chegou a ser divulgada em alguns veículos de comunicação, é que Temer estaria com obstrução parcial em uma artéria coronária e seria submetido a um cateterismo após a votação da segunda denúncia no plenário da Câmara dos Deputados.

“Ignoraram até o desmentido do médico particular do presidente, Roberto Kalil Filho”, afirmou há instantes fonte do Planalto muito próxima do presidente.

O chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Marcio Farias, também negou a informação. Reiterou que Temer goza de perfeita saúde e que, nos exames, "não foi constatado nem reportado ao presidente nenhum problema”. Apesar disso, noticiou-se que Temer optou por “adiar o procedimento de desobstrução da artéria” para depois da votação, no fim do mês. "Isso não é verdade, definitivamente", garante a fonte de nível ministerial. Fonte: Diário do Poder


PUBLICIDADE