“Assassino da Mala” bebeu sangue da vítima, afirmam testemunhas

Publicado em 12/06/2017 às 12:38h

A Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida está em intensas investigações com objetivo de localizar e prender, Djanes Lacerda de Melo suspeito de matar e ocultar o cadáver de Raquel Vieira de Souza.
 
A vítima foi assassinada no dia 13 de maio em um casebre localizado no bairro Porto Cristo, zona Leste de Porto Velho e o corpo escondido em uma mala de viagem.
 
Nesta sexta-feira (9), uma equipe da DECCV conseguiu chegar a duas testemunhas, que prestaram depoimento na especializada. As mulheres que por conta de segurança não podem ter as identidades reveladas disseram em depoimento, que Djanes após constatar a morte de Raquel, bebeu o sangue da vitima e obrigou uma deles a também beber, caso contrário ele a mataria.
 
Raquel segundo as testemunhas foi estrangulada e depois recebeu um golpe praticado com uma peça de moto na cabeça, que serviu para o assassino tirar o sangue.
 
As testemunhas disseram também, que presenciaram o assassinato, pois estavam se abrigando na casa há alguns dias. Dejanes frequentava o local juntamente com Raquel para consumirem drogas.
 
As mulheres ainda disseram, que estão sendo ameaças de morte. A polícia suspeita que o criminoso esteja escondido na região e espera com ajuda da população desvendar o paradeiro e cumprir o mandado. Fonte: JH Notícias


PUBLICIDADE